Objetivo do Blog

Espaço destinado aos temas da nova era, vida, poesia, música, espiritualismo, espiritualidade, orações, evolução, religiões, vida em outros planetas, sempre respeitando a opinião de cada um, sem ofensas ou descriminações. Paz profunda a todos!


quarta-feira, 13 de abril de 2011

:: Micah - Sananda - Jesus ::

Micah - Sananda - Jesus

Micah não encarnou em outros corpos antes de Jesus, mas sim fez um estágio em outras entidades, sendo que 6 foram de maior importância, como no caso de Maitreya, Krishna e do senhor Gautama, que também foi contactado pela consciência crística de Micah na busca da compreensão do que era ser um humano encarnado com as nossas limitações.

A Terra secretamente foi escolhida como cenário dos acontecimentos e da vinda de um arcanjo antes de sua criação, devido à posição estelar que ela ocuparia na borda de Órion, que muito antes já demonstrava características de alta polaridade, como nos planos mais sutis e multidimensionais, onde não existe tempo e espaço. Micah sabia dos acontecimentos prováveis que poderiam se manifestar no futuro relativo da fisicalidade. Ele e sua equipe de criadores e guardiães das leis da sincronicidade universal escolheram diversos mundos estratégicos para que houvesse a manifestação do Cristo.

O que, no entanto, não estava claro era que o próprio Micah iria escolher essa aventura de consciência na busca da compreensão dos fatos relativos à reintegração, pois isso antes era efetuado por seus filhos diretos e indiretos ou mesmo pelos filhos de seu irmão Emannuel e sua companheira que pode ser reconhecida como da linhagem crística das Marias, que, por sua vez, representa uma complexa hierarquia de Cristos, representados pelo aspecto feminino da criação.

O complemento divino de Jesus foi conhecido por Madalena, a qual ascensionou logo após Jesus e se unificou em essência novamente na forma de Micah, existindo um estágio intermediário que conhecemos recentemente pelo nome de Sananda. Nosso planeta Terra, como estrela de luz, é uma manifestação da consciência crística polarizada pelo aspecto feminino, diretamente ligado à hierarquia das Marias, sendo esta reconhecida como Mãe Divina, que nada mais é do que o nome celestial da consciência da Terra perante os irmãos de luz.

O mestre Jesus quando esteve entre nós unificou sua força com a de seu complemento Madalena e também com a consciência planetária, para poder com isso levar até o fim, de forma magnífica, seu plano de ascensão e libertação cármica do planeta, pois ele transcendeu todos os parâmetros já registrados em Nebadon e inclusive em Orvotón com sua ascensão de alta magnitude, que pode ser vista a olho nu da nossa Lua.

Outro fator que também contribuiu para o projeto e vinda do próprio Micah para a Terra foi o fato da mesma ser um planeta decimal, o qual estava previsto servir de escola evolutiva e também de banco piloto para diversas experiências de muitas culturas diferentes, o que enriqueceu nosso banco genético e a pluralidade racial da nossa humanidade, tema discutido vastamente em outros trabalhos por mim canalizados em mais 13 obras anteriores a esta.

Este caráter decimal significa que o planeta está em busca de unidade em plena coerência com o Cristo; o que, devido às diversas manipulações, não se manifestou de forma clara e racional, mas que, por outro lado, gerou a oportunidade de experiências de importante valor para muitas entidades desta galáxia e de outras longínquas.

A Terra, por ser um mundo decimal, possui em sua estrutura a capacidade de adaptar-se a diversas formas distintas de vida e também uma consciência crística distinta da de outros mundos, que possuem outra nica de suporte de vida.

Outros planetas do nosso sistema solar, por exemplo, não têm um Cristo Feminino em sua estrutura de consciência; possuem outras divindades celestes que habitam níveis elevados de consciência, mas destinados a um processo mais seletivo de formas de vida, com padrões definidos para um período específico de desenvolvimento, que, no caso de nossos vizinhos, se esgotou com a destruição de Maldek, que acabou definitivamente com as manifestações no plano tridimensional, como foi descrito no livro de Maldek, escrito por mim entre Dezembro de 1997 e Janeiro de 1998.

Somente a Terra, por ter sido abençoada com a manifestação do Cristo Feminino, possuía a capacidade de se adaptar a diversas formas de vida que tinham que ser despertas em seu campo vital. Normalmente, cada sistema estelar possui em média em cada 10 planetas 1 decimal com consciência crística como a Terra. No entanto, fui informado que em nossa Via Láctea existem somente 4 com as mesmas especificações da Terra. Em Órion existem vários mundos com as características semelhantes à Terra, mas não são da mesma ordem crística, pois cada qual foi dimensionado a um projeto específico antes da sua criação pelos grandes arquétipos siderais, representados pelos amados elohins da Fraternidade Cósmica ou Confederação.

Isso ocorreu porque, em níveis multidimensionais, já se sabia que um Micah deveria encarnar no planeta, para ancorar o Cristo nos planos físicos, assim como nos outros 3 planetas da galáxia. Em suma, Micah esteve fisicamente em 4 mundos, sendo que nos outros foram filhos diretos de Micah, como nosso amado arcanjo Miguel. Os outros planetas ficam equidistantes nos 4 cantos da nossa galáxia, em pontos estratégicos onde a polaridade se manifesta de forma mais crística.

Além dos mundos crísticos como a Terra, existem mundos destinados ao desenvolvimento crístico pleno por parte de seres não polarizados, que emanam energia de equilíbrio para os planos físicos, através de suas orações e manifestações psíquicas, como fazem os nossos vizinhos venusianos em seu plano da 8ª dimensão, que habitam há vários milênios. Estes mundos, por sua vez, são abastecidos de energia pelos sóis centrais espalhados pelos braços da galáxia. Micah utiliza esse sistema de distribuição das energias crísticas e Mahatma para ativar seus filhos e elevar a gama vibracional dos mundos que estejam findando um processo cíclico de evolução setorial, justamente o que está ocorrendo com a Terra.

Após os problemas causados pelos rebeldes que tinham desvirtuado as energias manifestadas por Lúcifer, foi preciso fazer uma completa reestruturação nos moldes evolutivos deste mundo e praticamente de toda a galáxia, pois a polarização chegou a níveis alarmantes de distorção que não tinham sido previstos por Lúcifer, o que o colocou em uma situação muito crítica, pois ele verificou que seus postulados tinham sido empregues apenas para gerar poderosos impérios siderais para manter massas de trilhões de seres submetidos à força de uma minoria.

Os impérios que se desenvolveram em poucos anos com essa energia levaram muitos mundos a um desastre energético. Isso porque o desequilíbrio se manifestou nos planos telúricos da galáxia, contaminando todos os elementais do cosmos de forma perigosa, o que obrigou a Confederação, mediante a intervenção do arcanjo Gabriel, a efetuar uma quarentena em diversos planetas e em constelações inteiras, para evitar maiores contaminações.

Quando essa quarentena foi estabelecida em diversos planetas, há cerca de 200 mil anos — um tempo muito recente em termos galácticos — verificou-se que muitas medidas, além da quarentena, eram necessárias; isso porque diversas organizações semelhantes à Federação estavam travando batalhas políticas pela posse de mundos que tinham sido colocados em quarentena. Um trabalho de unificação de todo o processo de vida dessas organizações tinha que ser instaurado de forma dinâmica e em caráter de urgência. O próprio Lúcifer reconheceu que sua displicência tinha sido muito nefasta, pois acreditou que as coisas pudessem ser contornadas pelo próprio processo evolutivo de seus filhos, o que se provou ser equívoco.

Muitos dos comandantes diretamente sob as ordens de Lúcifer tinham abdicado de suas funções e construíram impérios dentro dos planos mais densos e se materializaram nos planos da 3ª e 4ª dimensões, junto com seus discípulos e filhos genéticos. Um dos mais conhecidos pela nossa literatura foi Satanás, que era um alto comandante que esteve presente na Terra, bem como em muitos outros mundos da nossa galáxia, sendo que em Órion ele deixou grandes marcas de sua loucura e desequilíbrio energético, levando planetas, que já eram polarizados a níveis alarmantes, a reacender a chama de guerra do antigo Império de Órion e da Ordem do Dragão Negro, que também esteve presente na Terra e levou à criação do Sinistro Governo Secreto (SGS) da Terra através da manipulação nefasta sobre os nazistas e suas diretrizes durante a Segunda Guerra Mundial.

Satanás se erradicou na Terra para fugir à responsabilidade de seus atos em outros mundos de Órion, que estavam sob a proteção do arcanjo Metraton. Esses fatos fizeram com que Micah resolvesse vir à Terra, pois verificou-se que, com a presença de Satanás e seus cúmplices, seria uma grande ponte energética para atacar Sírius, que representa o sol central do nosso quadrante, tendo como segundo ponto em mente os planetas de Alfa Centauro e as Plêiades, acendendo novamente uma guerra com Jeová. Outro que estava no alvo era o planeta nix do semideus Zeus, atualmente conhecido como mestre Apolo e Diana.

Verificou-se que a Terra, por sua posição galáctica, representaria um foco de contaminação a médio e longo prazo, que poderia levar a um desequilíbrio geral de toda a Via Láctea, o que levaria todos os esforços de diversos grupos da luz ao fracasso ou retrocesso em milhares de mundos. Estas questões fizeram com que Micah analisasse melhor a questão e se decidisse por experimentar na própria carne, além da consciência o que era a manifestação da dualidade nos planos mais densos da sua criação, que até então não conhecia, pois seus discípulos e filhos ascensos faziam essa parte do trabalho de análise e elevação dos mais densos. Micah decidiu conhecer todos os pontos da polaridade de seus filhos diretos e indiretos.

Podemos compreender que a consciência de Sananda é uma manifestação multidimensional de Micah, ligada de forma direta a todas as outras manifestações denominadas Senhores Kumaras, pois Sananda é um Kumara, que significa serem membros da família de Micah.

Sananda, portanto, é o próprio Micah em um outro estado dimensional presente para nosso quadrante estelar, sendo que a energia total de Micah está dividida em milhares de Sanandas e arcanjos: Miguel, no perímetro de Nebadon, informando-o e permitindo que possa estar em todos os lugares ao mesmo tempo; Micah está em plenitude em dimensões que podem ser classificadas como acima da 35ª, o que nossa percepção não pode captar.

Atualmente, Sananda e Miguel são os líderes do projeto de resgate para o nosso planeta, por serem as mais elevadas manifestações unificadas de Micah, lembrando que a consciência de Sananda possui fundida, dentro de seus níveis energéticos, Maitreya e Sanat Kumara, por serem filhos diretos de Micah como também o é o amado Miguel.

Espero que o espírito de amor e de fraternidade comemorado hoje em muitos países com o Natal seja estendido para todos os dias de nossas vidas.

Que a energia de Cristo Sananda seja presente em todos os corações.

Feliz Natal e um ótimo 2011!

Um abraço a todos,

Rodrigo Romo

São Paulo, 24 de dezembro de 2010.

O texto acima é parte integrante do livro Avatares Cósmicos – Micah – Sananda – Jesus, disponível em Portugal por ANJO DOURADO EDITORA e em breve disponível no Brasil pela SHANTHAR EDITORA.

Possui direitos autorais reservados ao autor. Pode ser compartilhado desde que seu conteúdo não seja alterado e cite a fonte www.rodrigoromo.com.br

Autor: Rodrigo Romo

2 comentários:

  1. The fred128,
    agradeço a visita!
    abraços fraternos.
    Grupo Dourado.

    ResponderExcluir